Onde você estiver

Rede Transamérica de Rádio

A Transamérica surgiu em 73, com o objetivo de ser uma rádio adulta, com foco nos ouvintes das classes AB com mais de 25 anos. Iniciou suas transmissões em Recife e com a aquisição da segunda emissora, em Brasília, a rede foi iniciada. No ano seguinte, já faziam parte do grupo mais duas rádios, Curitiba e São Paulo. Em 78, foi adicionada a rádio do Rio de Janeiro e em 80 a de Salvador.

Para as transmissões, a Transamérica São Paulo utilizava uma torre de 90 metros, com uma antena de 6 elementos e transmissores com potência de 45 kW, irradiando 120 kW. Com a inovação da tecnologia, hoje a estrutura é bem diferente. A torre tem 180 metros (três vezes a altura do Cristo Redentor) e possui 12 elementos. A potência de seus transmissores é de 70 kW, o que proporciona, com a estrutura da torre, 360 kW de potência irradiada em diagrama direcional. Tudo isso faz com que a Transamérica seja a rádio que tem a maior potência irradiada em FM no mundo.

A Rede Transamérica foi também a primeira a utilizar a transmissão via satélite em rede, a partir da autorização da Embratel em 90, com o sistema de transmissão analógico e sinal aberto para todo o Brasil. Em seguida, a programação teve o sinal digitalizado e codificado. Além do ganho em qualidade de transmissão, isso significa que somente quem tem o decodificador poderá receber o sinal, evitando que rádios piratas o copiem, transmitam parcial ou integralmente a programação da rádio.

Outra inovação foi a transmissão digital via satélite de um show ao vivo no Brasil, como os de Michael Jackson em São Paulo e Madonna no Rio de Janeiro. Além disso, o Estúdio Ao Vivo Transamérica passou a receber grandes nomes para pocket shows nos estúdios, como Bon Jovi, REM, Back Street Boys, Spice Girls, Alanis Morrissete, e outros artistas nacionais e internacionais.

Destaque também para a ampla cobertura esportiva, como a transmissão de boletins em Copas do Mundo, Olimpíadas e campeonatos de projeção internacional. A Transamérica sempre envia correspondentes em eventos esportivos, para que os ouvintes saibam em tempo real os resultados e notícias dos campeonatos.

Outro marco da Rede Transamérica é a criação de promoções inovadoras. A Transamérica foi a primeira rádio do Brasil a premiar um ouvinte com um automóvel 0Km, na promoção “Eu güento a barra” (92). Outras promoções famosas foram “Soy Loco por Transamérica I e II”, “Minha Pick-up Ranger vem a cavalo”, “Transamérica Versão 2.0” e “Sogra tô fora” (todas com um carro zero como prêmio), “Eu quero dormir com os Hanson”, “A volta ao mundo em três letras” e “Missão quase impossível”. Também destaca-se a promoção de eventos com total exclusividade da Transamérica como por exemplo: Transamérica Live (em 90, 97 e 98) e o Transamérica Live Park em 2000, no qual várias bandas tocaram, durante horas, para milhares de pessoas em um importante parque de diversões em São Paulo.